Testes de DNA mostram que cervos foram atacados por raposa

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Testes de DNA mostram que cervos foram atacados por raposaTestes de DNA mostram que cervos foram atacados por raposa. Arquivos do Insólito, em 4 de fevereiro de 2012.

Os especialistas que realizaram os testes de DNA na carcaça de um cervo mutilado para evidenciar a presença de um grande felino à solta, não encontraram nenhuma evidencia de felino.

O único DNA encontrado nos testes extensivos nos restos do cervo, descoberto por caminhantes no National Land Trust perto de Stroud, Gloucestershire, no mês passado, foi o de uma raposa.

O National Trust pediu à universidade de Warwick para testar amostras do cervo após um exame do animal levantar a possibilidade de que ele poderia ter sido morto por um grande felino, como uma pantera ou puma.

As lesões no pescoço do cervo e a maneira como a carcaça foi consumida eram altamente indicativas de atividade de um grande felino.

Mas os testes forenses não encontraram nenhuma evidência de DNA de felino na carcaça descoberta perto de Woodchester Park, ou nos restos de um segundo cervo encontrado a alguns quilômetros de distância.

O Dr. Robin Allaby, da Universidade de Warwick, disse: “Além de cervo, o mais forte sinal genético que encontramos na carcaça de Woodchester Park foi de uma raposa.

“Esse DNA de raposa foi encontrado nas costelas, pernas e no pelo da carcaça do cervo de Woodchester.

“Na segunda carcaça, encontramos DNA de canídeo. Uma análise mais detalhada está em andamento para descobrir a espécie de canídeo, mas nossa expectativa é que também será DNA de raposa.”

O Dr. Allaby chegou às suas conclusões depois de tomar 45 amostras de saliva das carcaças dos cervos, testando-as para obter o DNA de canídeos, como cães ou raposas, ou espécies de felinos que teriam matado o cervo ou limpado a carcaça.

Embora os testes não tenham fornecido evidência de grandes felinos em Gloucestershire, é pouco provável que a especulação sobre felinos selvagens como o puma ou a pantera negra percorrendo a zona rural britânica desapareça.

David Armstrong, chefe dos guardas florestais do National Trust, em Gloucestershire, disse: “A história da investigação do cervo morto realmente despertou a curiosidade local, com um monte de gente saindo para Woodchester Park para explorar”.

“As pessoas adoram um mistério como este e embora não tenhamos encontrado um gato selvagem, muitos de nossos visitantes acreditam piamente que pode haver algo interessante, discretamente escondido em Woodchester.”

A única espécie nativa de gato selvagem no Reino Unido é o gato selvagem escocês, que é semelhante a um gato doméstico rajado, mas aconteceram tentativas de reintroduzir o lince euroasiático, que desapareceu da Grã-Bretanha a cerca de 1.000 anos atrás.

Tradução: Carlos de Castro

Fonte: Huffington Post

Veja: Testes de DNA podem solucionar o mistério dos avistamentos de grandes felinos na Grã-Bretanha.

FICHAMENTO

Data: 20120204 | Características: .

TAGS: Criptozoologia, Sínteses.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.