Sapos previram terremoto na Itália, afirma estudo

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Sapos foram capazes de prever terremoto em L’Aquila, afirma estudoSapos foram capazes de prever terremoto em L’Aquila, afirma estudo. G1, em 30 de março de 2010.

Cinco dias antes do tremor, número de machos caiu 96%. Três dias antes do sismo, número de casais caiu para zero.

O comportamento dos sapos durante o período de acasalamento pode possibilitar “prever o imprevisível”, ou seja, um sismo, segundo estudo publicado por pesquisadores de uma universidade britânica.

Uma “alteração brusca no comportamento” dos sapos comuns machos (Bufo-bufo) foi percebida “cinco dias antes do sismo” ocorrido na cidade italiana de L’Aquila, no dia 6 de abril de 2009, de acordo com a equipe que vigiava esses anfíbios em seu local de reprodução.

Os resultados obtidos sugerem que “os sapos comuns Bufo-bufo são capazes de pressentir eventos sísmicos importantes e de adaptar seu comportamento em consequência”, disse a bióloga Rachel Grant da Universidade Open, em Milton Keynes, Reino Unido.

Junto de seu colega Tim Halliday, da Oxford, ela observava por vários dias os animais a 74 quilômetros de Áquila, no momento em que a cidade foi surpreendida pelo terremoto de magnitude de 6,3 graus, que fez 299 vítimas.

Cinco dias antes do tremor, o número de sapos machos presentes no local de reprodução brutalmente reduziu em 96%, um comportamento “altamente incomum” para esses anfíbios, segundo o estudo publicado no “Journal of Zoology”.

“Uma vez que os sapos chegam para se reproduzir, eles ficam habitualmente ativos em grande número no local de reprodução até que o período de acasalamento termine”, lembraram Grant e seu colega da Oxford.

Nos três dias precedentes ao tremor, o número de casais caiu para zero.

Depois de terem abandonado o local com a proximidade do sismo, os machos retornaram para lá timidamente na lua cheia. Mas eles eram bem menos numerosos que nos anos anteriores: somente 34, contra 67 a 175 sapos contados no passado.

No dia 15 de abril, tendo se passado vários dias após o terremoto e dois dias depois da sua última réplica importante, o número de sapos continuou mais baixo que de costume.

Os pesquisadores confessam que não sabem ao certo “qual sinal ambiental” os sapos captaram com “tanta antecedência”. Mas eles destacaram que a baixa das atividades dos anfíbios coincidiu com as “perturbações pré-sísmicas na ionosfera”, camada superior da atmosfera onde os gases são ionizados (elétricos).

Essas perturbações detectadas em radiofrequências baixas podem estar ligadas a vazamentos de radônio, gás radioativo que surge do subsolo terrestre, ou às ondas gravitacionais.

Outros animais como elefantes, peixes, serpentes ou lobos também foram estudados no passado à procura de sinais precursores de sismo, sem, entretanto, fornecer dados tão concretos como os dos sapos.

OBSERVAÇÕES

A capacidade animal de prever desastres já é amplamente difundida na cultura popular. Os dados observados pelos pesquisadores da universidade britânica podem ajudar a identificar o que é essa capacidade.

O estudo é interessante. O gráfico abaixo mostra o número de sapos machos observados no decorrer do tempo. O ponto A é a data do terremoto com magnitude de 6.3 na região. O ponto B é a data da lua cheia, que é um fator importante no comportamento reprodutivo do animal.

Veja o artigo completo, em inglês: Predicting the unpredictable; evidence of pre-seismic anticipatory behaviour in the common toad.Predicting the unpredictable; evidence of pre-seismic anticipatory behaviour in the common toad. R.A.Grant, T.Halliday. Journal of  Zoology, mar 2010. Print ISSN 0952-8369.

FICHAMENTO

Data: 20100330 | Latitude: 42.350698 | Longitude: 13.399934 | Relevância: 2 | Estranheza/Probabilidade: 23 | Características: .

TAGS: Acadêmicos, Advinhação, Disestesias, Ocorrências.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
ESSA OCORRÊNCIA AINDA NÃO FOI ANALISADA COM PROFUNDIDADE. SUAS AVALIAÇÕES SÃO APENAS PRELIMINARES. CONTRIBUA COM A SUA OPINIÃO.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.