Planta carnívora comedora de ratos

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Planta capaz de comer ratos é descoberta nas FilipinasPlanta capaz de comer ratos é descoberta nas Filipinas. BBC Brasil, 11 de agosto de 2009. Acesso em 25/08/2010.

Cientistas anunciaram a descoberta de uma nova espécie de planta carnívora gigante, capaz de prender e devorar pequenos roedores e insetos e que pode atingir 1,5 m de altura.

A planta foi descoberta na região central das Filipinas durante uma expedição científica que também catalogou outras espécies até então desconhecidas, como cogumelos azuis e samambaias rosas.

Os pesquisadores batizaram a nova planta carnívora de Nepenthes attenboroughii em homenagem ao veterano apresentador de programas de natureza da Grã-Bretanha David Attenborough.

“A espécie está entre as maiores plantas carnívoras conhecidas e produz armadilhas espetaculares, capazes de aprisionar não apenas insetos, mas também roedores do tamanho de ratos”, afirmou o cientista e produtor britânico Stewart McPherson, um dos responsáveis pela descoberta.

O feito foi divulgado na publicação especializada Botanical Journal of the Linnean Society.

Expedição

A planta carnívora já tinha sido avistada por dois missionários cristãos que em 2000 tentaram escalar o Monte Vitória, uma montanha pouco conhecida nas Filipinas.

Sem terem se preparado corretamente para a empreitada, os missionários acabaram perdidos e passaram 13 dias vagando pelas florestas, até serem resgatados.

A descrição da enorme planta carnívora despertou o interesse de McPherson, do botânico Alastair Robinson, da Universidade de Cambridge, e do pesquisador Andreas Fleischmann, da Universidade Ludwig-Maximilians, de Munique, na Alemanha.

Os três, especialistas nesse tipo de vegetal, decidiram então montar uma expedição para encontrar novas espécies.

A viagem científica aconteceu durante dois meses em 2007. A descoberta da grande planta carnívora aconteceu próxima ao pico do Monte Victoria, a cerca de 1,6 mil metros de altitude, entre grandes pedregulhos.

“De repente vimos uma grande planta, depois a segunda e depois muitas outras. Imediatamente sabíamos que o que tínhamos encontrado não era uma espécie conhecida”, disse McPherson.

Na mesma expedição, os cientistas encontraram outra planta carnívora que não era vista na natureza há cem anos e cujos últimos exemplares em estufa tinham se perdido em um incêndio em 1945.

OBSERVAÇÕES

A descoberta foi na região de Palawan, nas Filipinas.New Species – Nepenthes attenboroughii. Redfern Natural History. Acesso em 25/08/2010. A nova espécie, que em algumas notícias mais antigas é chamada de Nepenthes Tenax,Descoberta espécie de planta carnívora gigante que consome pequenos ratos. Robocop Vision, 22 de janeiro de 2008. Acesso em 25/08/2010. é da família das plantas jarra, que atraem e prendem suas presas em suas em suas folhas modificadas em forma de recipiente.Nepenthes. Wikipédia. Acesso em 25/08/2010.

A parte mais interessante da história é que a Nepenthes attenboroughii alimenta de animais vertebrados na natureza. Apesar de já ter sido debatida a possibilidade de uma planta carnívora poder comer pequenos animais vertebrados, até essa descoberta isso era tratado como coisa de ficção científica. Pois bem, mais uma a ficção científica se tornou realidade.

FICHAMENTO

Data: 20070600 | Latitude: 9.446230 | Longitude: 118.392942.

TAGS: Criptobotânica, Descoberta.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.