Motorista mata animal dado como extinto no nordeste dos EUA

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Motorista mata animal dado como extinto no nordeste dos EUAMotorista mata animal dado como extinto no nordeste dos EUA. Terra, em 13 de junho de 2011.

Um puma foi atropelado e morto no sábado a cerca de 110 km de distância da cidade de Nova York. Curiosamente, o animal não é encontrado na região – a população mais próxima fica do outro lado do país – e a subespécie que habitava a área, chamada de puma do leste, foi declarada oficialmente extinta em março deste ano pelo governo dos Estados Unidos. As informações são do site do jornal Washington Post.

Segundo a reportagem, as autoridades acreditam se tratar do mesmo animal que foi visto entre os dias 31 de maio e 5 de junho na região. Contudo, mesmo com a morte do puma, os relatos de moradores que dizem ter visto grande felino na área continuam aparecendo.

Um dos relatos ocorreu no domingo, quando um morador da cidade de Greenwich disse ter visto um animal por volta das 11h30. No mesmo dia, um motorista disse ter visto um grande felino em uma rodovia próxima.

Como a subespécie foi declarada oficialmente extinta neste ano e, de acordo com o Serviço da Vida Selvagem americano, certamente não existe mais desde a década de 30, as autoridades acreditam que o animal seja de outra subespécie e tenha sido solto ou fugiu de algum cativeiro.

Pé-grande?

Segundo o site do jornal The New York Times, já ocorreram vários relatos ao longo dos anos de imensos e fortes felinos que emergem repentinamente da floresta em frente aos carros nas rodovias da região. Contudo, a reportagem afirma que esses relatos são tratados como se fossem de um pé-grande, sem credibilidade.

Em alguns casos, as autoridades reconhecem o relato, mas não como sendo da subespécie extinta. “Reconhecemos que muitas pessoas têm visto pumas dentro da região histórica do puma do leste”, disse Martin Miller, do Serviço da Vida Selvagem, à reportagem. “Entretanto, acreditamos que os pumas não são da subespécie do puma do leste. Nós não encontramos nenhuma informação para apoiar a existência da subespécie.”

Ainda de acordo com o New York Times, foram 108 relatos confirmados de pumas no nordeste do país entre 1900 e 2010, todos de subespécies não nativas.

Exames vão determinar mais detalhes

De acordo com a agência Reuters, o corpo do animal atropelado será levado a um centro da vida selvagem do governo onde será examinado. Fotografias, pegadas e outras evidências vão determinar se o puma é o mesmo felino visto entre o final de maio e o início deste mês

OBSERVAÇÕES

A possibilidade do animal ser algum espécime não nativo, solto ou fugido de um cativeiro, é muito possível. O caso, contudo, demonstra como animais de porte podem se esconder em zonas povoadas durante grandes períodos de tempo sem serem descobertos, ou tendo seus relatos tratados como fantasias.

Fichamos a descoberta como tendo ocorrido em Greenwich, Nova Yoke. Ressaltamos que ainda há outros relatos na região.

Vamos deixar o apontamento e aguardar mais informações.

FICHAMENTO

Data: 20110613 | Latitude: 43.090632 | Longitude: -73.498725 | Relevância: 2 | Estranheza/Probabilidade: 23 | Características: .

TAGS: Criptozoologia, Ocorrências.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
ESSA OCORRÊNCIA AINDA NÃO FOI ANALISADA COM PROFUNDIDADE. SUAS AVALIAÇÕES SÃO APENAS PRELIMINARES. CONTRIBUA COM A SUA OPINIÃO.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.