Escala Kardashev

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Nikolai Semenovich Kardashev é um astrofísico russo, membro do Instituto de Pesquisas Espaciais da Academia de Ciências da Rússia,Nikolai Kardashev. Wikipédia, acesso em 11 de janeiro de 2011. que ganhou notoriedade ao apresentar um critério de classificação para medir o grau de desenvolvimento tecnológico de possíveis civilizações presentes na galáxia.Kardashev, Nikolai (1985). “On the Inevitability and the Possible Structures of Supercivilizations” in “The search for extraterrestrial life: Recent developments; Proceedings of the Symposium, Boston, MA,June 18–21, 1984”. pp. 497–504. O método, baseado na quantidade de energia coletada, utilizada e processada pela civilização, ficou conhecido como Escala Kardashev.

A Escala Kardashev originalmente dividia as civilizações em três tipos que consideravam o volume de energia utilizada. A energia necessária para transitar de um tipo para outro aumentava em escala logarítmica. Posteriormente, por conveniência, foi acrescentado o Tipo Zero, havendo especulações já consagradas para um Tipo IV, que tiveram início com Michio KakuMichio Kaku. Wikipédia, acesso em 17 de fevereiro de 2011. em seu livro Mundos Paralelos.

Apesar da classificação ser imprecisa e puramente hipotética, a Escala Kardashev é utilizada como referência pelos pesquisadores do SETI. Ela também é empregada por autores de ficção científica, apesar da maioria não a seguir rigidamente, utilizando-a apenas como orientação.Escala de Kardashev. Wikipédia, acesso em 11 de janeiro de 2011. Medindo a energia em Watts,Um Watt (W) equivale a um Joule por segundo, que corresponde aproximadamente à energia potencial de uma massa de 1 quilo elevada a 1 metro na Terra, no nível do mar. no modo com cinco categorias, um resumo da escala Kardashev poderia ser o seguinte:

Civilização Tipo Zero – Uma civilização que ainda não conseguiu aproveitar toda a energia potencial de um planeta.

Civilização Tipo I – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de um planeta, aproximadamente 1016 W. A definição original de Kardashev era de 4×1012 Ele definiu o Tipo I como “um nível tecnológico próximo ao nível alcançado atualmente na Terra”, em 1964. A capacidade energética da Terra é de aproximadamente 1.74×1017 W.

Civilização Tipo II – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de uma estrela, aproximadamente 3.86×1026 W. A definição original de Kardashev era de 4×1026 W.

Civilização Tipo III – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de uma galáxia, aproximadamente 1036 W. Esta classificação é pouco precisa, uma vez que as galáxias variam muito em tamanho, formato e calor emitido. A definição original de Kardashev era de 4×1037 W.

Civilização Tipo IV – Uma civilização capaz de aproveitar mais que a energia potencial de uma galáxia, talvez recorrendo à absorção da chamada “matéria escura”.

POSIÇÕES NA ESCALA

Sendo a Escala Kardashev uma classificação que não prima por uma precisão minuciosa, estando mais preocupada em determinar um nível geral de desenvolvimento, é útil dispor de exemplos aplicados para melhor compreende-la, de modo que avaliações possam ser obtidas através da comparação.

Mediante a inexistência de outras civilizações oficialmente conhecidas até o momento, esse objetivo pode ser alcançado através da análise da nossa própria civilização e daquelas existentes na literatura de ficção científica.

Seguem alguns exercícios.

Civilizações Tipo Zero

Nossa civilização atual ainda não teria chegada ao Tipo I da escala. Uma estimativa foi apresentada pela Key World Energy Statistics, em 2006, da qual reproduzimos parte da informação a seguir.Kardashev scale. Wikipédia, acesso em 16 de fevereiro de 2011.

Ano Produção em TeraWatts Proporção na Escala Kardashev
1900 0,67 0,58
1970 6,00 0,67
1973 8,20 0,69
1985 9,20 0,69
1989 10,00 0,70
1993 11,00 0,70
1995 12,00 0,70
2000 13,00 0,71
2001 13,00 0,71
2002 14,00 0,71
2004 14,00 0,71
2010 16,00 0,72
2030 22,00 0,73

Civilizações Tipo I

 

Hari Seldon, em Trantor (Série Fundação, Isaac Asimov)

1. Trantor, da série Fundação, de Isaac Asimov [sugerido em Wikipédia].

2. Gaia, da série Fundação, de Isaac Asimov [sugerido em Wikipédia].

3. A raça Pierson’s Puppeteer do romance Fleet of Worlds, de Larry Niven e Edward M. Lerner [sugerido em Worldlingo].

4. Os Krell do Planeta Proibido, do Dr. Moebius (Forbidden Planet, 1956) [sugerido em Worldlingo].

5. Os humanos do planeta Icarus, no Universo Stargate [sugerido em AbsoluteAstronomy].

Civilizações Tipo II

 

Federação dos Planetas enfrenta um Cubo Borg (Star Trek, New Generation)

1. A Federação dos Planetas Unidos, da série Jornada nas Estrelas, de Gene Roddenberry [sugerido em Wikipédia].

2. Os Borg, da série Jornada nas Estrelas, de Gene Roddenberry [sugerido em Wikipédia].

3. O território de Eelong na Série Pedragon, de  D. J. MacHale [sugerido em AbsoluteAstronomy].

4. O Império do Homem, em Warhammer 40000 [sugerido em AbsoluteAstronomy].

Civilizações Tipo III

 

Senado da República Galática (Star Wars)

1. A República Galáctica, da série Guerra nas Estrelas, de George Lucas [sugerido em Wikipédia].

2. O Império Galáctico, da série Guerra nas Estrelas, de George Lucas [sugerido em Wikipédia].

3. A civilização misteriosa conhecida como A Cultura, dos livros de Iain M. Banks [sugerido em Wikipédia].

4. A civilização em Manifold: Time, novela de Stephen Baxter [sugerido em AbsoluteAstronomy].

5. O Comando Ashtar, segundo algumas correntes de Ufologia Mística (não corroboramos a existência do comando).

Civilizações Tipo IV

 

Tecnologia Ancient, na série Stargate

1. O Q Continuum, da série Jornada nas Estrelas, de Gene Roddenberry [sugerido em Wikipédia].

2. Várias civilizações das séries Stargate SG-1 e Stargate Atlantis [sugerido em Wikipédia].

3. Os Priors, em House of Suns de Alistair Reynolds [sugerido em AbsoluteAstronomy].

4. Os Xeelee, na série Xeelee Sequence de Stephen Baxter [sugerido em AbsoluteAstronomy].

5. O Comando Ashtar, segundo algumas correntes de Ufologia Mística (não corroboramos a existência do comando).

6. Os Elohim, conforme o Movimento Raeliano (não corroboramos a existência dos Elohim).

FAÇA UMA SUGESTÃO

Caso você conheça alguma civilização que deva constar na lista, Fale Conosco.

FICHAMENTO

Data: 20110523.

TAGS: Ciência.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.