Criptobiologia

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Quimera de Arezzo (400 a.c)

A criptobiologia é um ramo de pesquisa em forte alta nas últimas décadas, com dezenas de Novas Espécies de Animais e das Novas Espécies de Vegetais sendo descobertas todos os anos. Atualmente, nossa ciência tem cerca de 1,8 milhão de espécies registradas e acredita que o número total deva estar entre 10 e 100 milhões. Segundo essas estimativas, na melhor das hipóteses, conhecemos menos de 20% de todas as espécies de organismos vivos da Terra.Veja O que nos resta para explorar?.

Se considerarmos insetos, artrópodes e outros animais de pequeno porte, esse número de novas espécies descobertas anualmente chegaria com facilidade às centenas.Veja também Expedição descobre um milhão de novas espécies de plâncton. Conforme o Professor Quentin Wheeler, entomólogo e diretor do Instituto Internacional ASU para Exploração de Espécies, a maioria das pessoas não percebe quão incompleto é nosso conhecimento sobre as espécies da Terra. Em 2006, por exemplo, uma média de quase 50 espécies por dia foram descobertas e nomeadas.50 espécies descobertas por dia em 2006. Mongabay, 20/07/2008. Acesso em 15/08/2010.

Não se tratam apenas de seres pequenos ou relativamente pouco importantes. Considerando apenas os mamíferos, foram descobertas mais de quatrocentas novas espécies entre 1993 e 2009.408 mammal species discovered since 1993. Mongabay, em 9 de fevereiro de 2009. Acesso em 14/10/2010. Projetos ambiciosos, como a Enciclopérdia da Vida da BBC,Enciclopédia na Internet listará todas as espécies conhecidas. Terra, 09/05/2007. Acesso em 15/08/2010. tentam fornecer instumentos mínimos para monitorarmos essa biodiversidade, apesar do foco ser muito mais as espécies já registradas que as desconhecidas.

Muitos leigos imaginam que quase todas as espécies de animais e plantas já estão catalogadas e que a descoberta de espécies novas é um evento raro, digno de notícia nos jornais. Nada mais falso. Artigo Coleta de Material Científico. Fauna Ativa, acesso em 13/02/2013. Mamíferos, répteis, aves e anfíbios. Criaturas de grande porte ou com população contada aos milhões.   numa frequência suficiente para pasmar aqueles que ainda imaginam que criaturas inusitadas não podem mais se esconder pelo mundo. Abaixo seguem alguns exemplos. Veja mais em Descoberta+Criptozoologia.

    1. Espécie desconhecida de mariposa ameaça produção de vinho na Itália (2006);
    2. Nova espécie de peixe na Europa (2008);
    3. Outro macaco no sudeste asiático (2010);
    4. Novo mamífero carnívoro em Madagascar (2010);
    5. Cientistas acham nova espécie de anfíbio em estádio do Bronx (2012);
    6. Nova espécie de leão é descoberta na Etiópia (2012).

PRÉ CLASSIFICAÇÃO

Entre os diversos animais desconhecidos e misteriosos que circulam pelo planeta, algumas categorias nos despertam interesse especial. A primeira, são as criaturas de porte que povoam lendas e mitos de diversos povos. Para fins de estudo, elas estarão subdividiremos em três categorias: Behemoth, Leviatã e Ziz.

Behemoth (mera ilustração)

Behemoth é o nome de uma criatura fantástica descrita na Bíblia, no Livro de Jó, 40:15-24. Sua descrição é tradicionalmente associada à de um monstro gigante, como um leão monstruoso ou saurópode enorme. Na tradição judaica ortodoxa, Behemoth é o monstro da terra por excelência, em oposição a Leviatã, o monstro do mar, e Ziz, o monstro do ar. Diz uma lenda que ele e o Leviatã se enfrentarão no final dos tempos, matando-se um ao outro.Behemoth. Wikipédia. Acesso em 20/07/2012. Em nosso site, a característica Behemoth relaciona grandes monstros terrestres, tais como o Mokele Mbembe do Congo e o animal ilustrado no Templo de Ta Prohm no Camboja.

Leviatã (mera ilustração)

Leviatã é uma criatura mitológica aquática, geralmente de grandes proporções. Era bastante comum no imaginário dos navegantes europeus da Idade Moderna. Há referências suas, contudo, ao longo de toda a história. Sua descrição varia, sendo as formas de dragão marinho, serpente e polvo bastante comuns.Leviatã. Wikipédia. Acesso em 20/07/2012. Em nosso site, a característica Leviatã relaciona grandes monstros aquáticos, tais como o Krakken e a serpente do Lago Ness.

Ziz (mera ilustração)

Ziz, na mitologia judaica, é uma ave gigante, tão grande que bloqueia a luz do Sol com a envergadura das suas asas. Ao lado do Behemoth e do Leviatã, é considerado como um arquétipo das criaturas monstruosas. A Bíblia não possui um relato direto, mas o Ziz é mencionado no livro Crônicas II, 20:16.Ziz. Wikipédia. Acesso em 20/07/2012. Em nosso site, a característica Ziz relaciona grandes monstros alados, tais como o Grifo, o Thunderbird e a Garuda.

Outra categoria de criaturas que nos interessa em especial são os grandes Hominídeos, tais como Yeti,  Bigfoot e Almas. Suspeita-se que o aparecimento de algum deles possa ter relação com Discos Voadores. Consulte o “Tipo Delta”, em Contatos de Terceiro Grau.

Na seção criptobiologia estudaremos a possibilidade de existência efetiva, na atualidade ou no passado, de seres vivos considerados inviáveis ou inexistentes pelo Conhecimento Estabelecido. Isso inclui criaturas lendárias, mitológicas, hipotéticas ou pressupostamente extintas, algumas das quais, como vimos, podem ter suposta relação com Discos Voadores.

Criaturas mitológicas dotadas de inteligência equivalente à humana estão identificadas pela combinação de etiquetas Assombrações + Exobiologia.

Descoberta + Criptozoologia mostra descobertas recentes, para desconforto de alguns. Uma nova espécie pode ser identificada de duas maneiras: a descoberta na natureza de uma criatura inteiramente nova, nunca antes cadastrada, e a reclassificação de uma criatura conhecida, antes consideradas parte de outra espécie. Também se chamam redescobertas, criaturas conhecidas mas supostamente extintas, que voltam a ter registro.

CRIPTOBOTÂNICA

planta comedora de homens (mera ilustração)

Chamamos criptobotânica o estudo sobre a existência atual de vegetais que para o atual paradigma científico estariam extintos, que seriam fictícios, mitológicos ou qualquer outro que ainda não tenha sido identificado. É um ramo aparentado da criptozoologia, com um pouco menos de popularidade, talvez pelo número proporcionalmente menor de seres fantásticos que atraiam o interesse do público.

Entre as plantas mitológicas famosas, têm-se desde a abrosia, fruto mágico, alimento dos deuses, que dava a imortalidade, até a Árvore Wak-wak, que frutificava virgens semi humanas. Muitas plantas inusitadas e “improváveis” vem sendo descobertas desde sempre, com muitos casos recentes, para constrangimento dos mais céticos.

  1. Planta carnívora comedora de ratos (2007);
  2. Árvore desconhecida possui milhões de exemplares (2009);
  3. Flor redescoberta depois de mais de 150 anos (2011);
  4. Planta do cerrado brasileiro come vermes debaixo da terra (2012);
  5. Encontrada planta carnívora com tentáculos extremamente rápidos e sensíveis ao toque (2012);

Plantas carnívoras estão no topo do imaginário popular em criptobotânica. Constam que relatos não confirmados, principalmente da América Latina, alegam a existência de espécies ainda não descobertas de grandes plantas carnívoras, de acordo com o criptozoologisto britânico Karl Shuker no livro The Beasts That Hide From Man.The Beasts That Hide From Man. Editora Paraview, 2003. Veja mais vegetais encontrados que surpreenderam a ciência em Descoberta+Criptobotânica.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.