Britânico definitivamente cego recupera visão

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Britânico cego volta a enxergar após ‘conversar’ com retrato de esposaBritânico cego volta a enxergar após ‘conversar’ com retrato de esposa. G1, 23 de fevereiro de 2011.

Um aposentado britânico, diagnosticado com degeneração macular do tipo seca, uma doença incurável que leva à perda da visão, voltou a enxergar depois de segurar um retrato de sua mulher já falecida. George Hudspeth tinha sido registrado como pessoa cega há dez anos, quando foi feito o diagnóstico da doença. Há um ano ele perdeu totalmente a visão.

No entanto, os médicos do aposentado foram surpreendidos quando, repentinamente, ele voltou a enxergar. E tudo aconteceu depois de Hudspeth ter “conversado” com um retrato de sua esposa. Hudspeth contou à BBC que ainda não sabe exatamente como aconteceu.

“Sempre me perguntam isso. Não sei como aconteceu, apenas aconteceu”, disse. “Eu estava sentado em frente à televisão, ouvindo a televisão. Então começaram as propagandas e eu comecei a conversar com a foto de minha mulher.”

“Então, quando me virei, a televisão estava ligada. Isto me assustou e eu desliguei. Não sabia o que estava acontecendo”, contou o aposentado. Hudspeth saiu da sala e preparou uma xícara de chá. Quando voltou, ligou a televisão novamente. “E estava lá (a imagem), de novo, nas notícias das cinco horas. Eu não parei de assistir, assisti (a televisão) a noite inteira. E tem sido ótimo desde então”, afirmou.

O aposentado contou à BBC que agora consegue enxergar as netas. “Eu tinha visto a mais velha antes, ela tem três anos de idade. Mas eu não tinha visto a mais nova, ela tem apenas cinco meses. E foi lindo vê-la. Ela tem um sorriso lindo.”

Mistério

Helen Jackman, diretora-executiva da Sociedade de Degeneração Macular da Grã-Bretanha, acha maravilhoso que Hudspeth tenha voltado a enxergar, mas não consegue imaginar qual seria a causa. “Ele foi diagnosticado como degeneração macular do tipo seca. É uma doença que afeta a mácula e é a causa mais comum de perda de visão na Grã-Bretanha.”

“A mácula é uma parte minúscula atrás da retina, do tamanho de um grão de arroz. E pode ficar danificada com o passar do tempo”, explicou Jackman. Ela afirma que o tipo de degeneração macular que afeta Hudspeth é incurável, o que “torna a história dele ainda mais incrível”.

“Não sei como ele conseguiu (enxergar de novo). Os médicos dele estão lutando para explicar.” A Sociedade de Degeneração Macular geralmente dá aconselhamento para as pessoas que sofrem da doença.

“O que nós aconselhamos as pessoas a fazer é uma avaliação da visão, conseguir um bom aconselhamento sobre iluminação. Porque esta doença não deixa as pessoas completamente cegas, elas podem usar a visão periférica, então este caso é muito extraordinário.”

OBSERVAÇÕES

A recuperação de uma degeneração macular do tipo seca, segundo os especialistas no assunto, é um fato extraordinário. Sua relação com o retrato da falecida esposa não é muito clara, mas não resta dúvida que alguma coisa precisa ser explicada.

Vamos aguardar os estudos.

FICHAMENTO

Data: 20110223 | Relevância: 2 | Estranheza/Probabilidade: 23.

TAGS: Ocorrências, Saúde.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
ESSA OCORRÊNCIA AINDA NÃO FOI ANALISADA COM PROFUNDIDADE. SUAS AVALIAÇÕES SÃO APENAS PRELIMINARES. CONTRIBUA COM A SUA OPINIÃO.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.