Árvore desconhecida possui milhões de exemplares

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Descoberta nova árvore escondida pela guerraDescoberta nova árvore escondida pela guerra. DN Ciências, em 26 de abril de 2009.

A nova espécie de acácia domina uma zona de pelo menos oito mil quilómetros quadrados.

O botânico Mats Thulin descobriu uma nova espécie do género Acacia na região etíope de Kebri Dejar, em Ogaden, junto à fronteira com a Somália. O facto de esta área ser de difícil acesso e palco de conflitos constantes fez com que tivesse ficado de fora do olhar atento dos cientistas. Finalmente esta árvore com seis metros de comprimento, uma copa de oito a dez metros de diâmetro e bonitas flores cor-de-rosa foi descrita na revista Science.

Ao contrário das mais de duas mil plantas descobertas todos os anos, a Acacia fumosa cobre uma área de oito mil quilómetros quadrados – aproximadamente o tamanho de Creta. Não é frequente encontrar uma espécie tão abundante. “O número total de indivíduos deve ser de milhões”, disse à Reuters David Mabberley, dos Jardins Botânicos Reais em Kew, no Reino Unido. “Passei a minha vida à procura de novas plantas e a descrever novas espécies e fiquei surpreendido quando soube desta árvore.”

No artigo da Science, Mabberley escreveu que a árvore foi ignorada por gerações de botânicos porque são raras as visitas à região de Kebri Dejar, onde a Frente Nacional de Libertação de Ogaden luta por autonomia. Segundo o autor, a descoberta é encorajadora porque é uma prova de que grandes espécies podem ainda ser encontradas, desde as florestas tropicais às profundezas do oceano.

Outro artigo.

Nova espécie de Acácia rosa descoberta na EtiópiaNova espécie de Acácia rosa descoberta na Etiópia.  Clube Ciência em Movimento, em 27 de abril de 2009.

O Botânico sueco Mats Thulin identificou uma nova espécie arbórea do género Acacia (Fabaceae)na região de Ogaden, zona de díficil acesso a Leste da Etiópia. A espécie pode atingir os 6 metros, com uma copa de diametro entre 8 a 10 metros. Esta acacia floresce na estação seca com distintivas flores rosas. . Mats Thulin baptizou esta nova espécie com o nome de Acacia fumosa.

Acacia fumosa foi descoberta em Maio de 2006. O seu estudo foi publicado recentemente na revista Science. As características que a diferenciam das demais espécies do mesmo género são a sua casca lisa e claro as suas flores de cor rosa.

Os investigadores observaram que esta espécie predomina numa zona de pelo menos 8.000 quilómetros quadrados, quase a superfície da ilha de Creta, pelo que calculam que podem existir milhões de árvores.

Cerca de 2.350 espécies de plantas são descobertas por ano, das quais 300 são encontradas em África. Esta é sem dúvida uma descoberta muito importante. Não é frequente encontrar-se uma nova espécie tão abundante, já que a maior parte dos exemplares descobertos recentemente situam-se em pequenas zonas localizadas ou então disseminadas.

Na era do Google Earth e do GPS subsistem ainda muitas maravilhas da natureza por identificar e novas espécies por descrever. Há coisas fantásticas, não há?

Fonte da notícia: Elmundo.es

OBSERVAÇÕES

Coisa fantástica, sem dúvida. Mais uma prova de que grandes espécies podem ainda ser encontradas. Apesar de novas espécies não serem encontradas apenas em zonas de conflito, a Acacia fumosa parece reforçar a necessidade algum tipo de esforço adicional de pesquisa nessas áreas.

FICHAMENTO

Data: 20090426 | Latitude: 6.733333 | Longitude: 44.266667.

TAGS: Criptobotânica, Descoberta.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.


Comentários [1, RSS]
  • semi árido E QUESTÃO CLIM /\ BASE DAS IDEOLOGIAS

  • Comente

    COMENTÁRIO

    ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

    *

    © 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
    Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.