Alexandra Navrotsky

A página não foi completamente carregada ou o navegador não suporta JavaScript. Textos Assim correspondem às notas.

Dra. Alexandra Navrotsky, a direita

Alexandra Navrotsky é PhD em termoquímica pela Universidade de Chicago desde 1967,Professor Alexandra Navrotsky. UC Daves. Acesso em 13/08/2010. sendo hoje referência mundial em nanotecnologia.Alexandra Navrotsky. Wikipédia. Acesso em 13/08/2010. Segue reprodução do conteúdo de sua carta, publicada na primeira seção do trabalho de John Abrahamson sobre relâmpagos globulares.Recently reported sightings of ball lightning: observations collected by correspondence and Russian and Ukrainian sightings. John Abrahamson; A. V. Bychkov e V. L. Bychkov. Phil. Trans. R. Soc. Lond. A 2002, 360, 11-35. Acesso em 07/07/2010. Numeramos trechos para referência posterior.

Seção 1

(b) Esfera estável na asa de avião durante aterrissagem.

Alexandra Navrotsky (química de materiais de alta temperatura), 1985. Carta da University of California, Davis, EUA, 2000.

Para mim, o modelo faz sentido. Eu chamo sua atenção para uma ocorrência onde as reações com silício talvez sejam menos prováveis. Desembarcando durante uma tempestade em Dallas, Texas, em 1985 (quando os aviões desciam para o solo em tempo muito pior do que agora é permitido), eu estava em um assento de janela perto da asa. Um relâmpago cobriu tudo ao redor, mas não sei se o avião foi atingido.  Repentinamente, um relâmpago globular apareceu na asa, durou cerca de 10-15 segundo, e se extinguiu explodindo. Seu tamanho é difícil de estimar (não sabendo o comprimento da asa, acho que o avião era um Boeing 727), mas aparentava como o de uma bola de futebol. Eu me pergunto se o alumínio vaporizado da asa pode agir de forma semelhante ao silício.

OBSERVAÇÕES

A doutora Navrotsky relata o que parece ter sido uma experiência com um raio bola. O modelo a que ela se refere é a teoria do silício vaporizado, desenvolvida por John Abrahamson para tentar explicar esse eventos. Ela é discutida por nós na seção Relâmpago Globular. Diante da formação no nível da asa, onde evidentemente não haveria silício, a doutora especula se o alumínio que compõe a estrutura não poderia agir de forma semelhante. Levanto ressalvas à hipótese.

Caso, de fato, o comportamento dos relâmpagos globulares originados do modo esperado pela hipótese do silício vaporizado seja semelhante àquele observado nas experiências da equipe do professor Antonio Carlos Pavão da UFPE,Antonio Carlos Pavão; Gerson Silva Paiva; Elder Alpes de Vasconcelos; Odim Mendes, Jr; Eronides Felisberto da Silva, Jr. Production of Ball-Lightning-Like Luminous Balls by Electrical Discharges in Silicon. Physical Review Letters 98, 2007. Acesso em 07/07/2010. que tenta aprimorar um experimento prático do modelo, não haveria possibilidade do objeto se manter estável na asa da aeronave. Ao contrário, o plasma pesado deveria dirigir-se imediamente ao solo, por gravidade, sem proporcionar avistamento tal como o relatado.

O objeto tem as características do que classificamos como raio bola Tipo 1.Ver Relâmpago Globular. Não há informações sobre o comportamento do brilho mas, como não há ressalvas, consideramos que tenha sido constante, o mais comum. As demais informações fichadas são aquelas contidas na carta.

FICHAMENTO

Data: 19850000 | Latitude: 32.802955 | Longitude: -96.769923 | Relevância: 2 | Estranheza/Probabilidade: 32 | Testemunhas: Competente, Superior | Objetos: 1 | Forma: Globo | Tamanho: Menor | Brilho: Constante | Duração: 5s-30s | Término: Explodiu | Clima: Tempestuoso | Raio-Bola: Baixo, Tipo 1 | Características: | Pesquisadores/Envolvidos: .

TAGS: Meteorologia, Ocorrências, Personalidades.

Acesse Artigos Similares.

_____________________
ESSA OCORRÊNCIA AINDA NÃO FOI ANALISADA COM PROFUNDIDADE. SUAS AVALIAÇÕES SÃO APENAS PRELIMINARES. CONTRIBUA COM A SUA OPINIÃO.

_____________________
Entenda melhor qual a relação desse assunto com a ufologia, ou por que ele nos interessa, conhecendo o significado das tags e outros parâmetros de fichamento em Estruturação de Dados.

Críticas, acréscimos ou sugestões, comente ou Entre em Contato.
Caso tenha interesse, saiba COMO CONTRIBUIR com nossas pesquisas.

Comente

COMENTÁRIO

ATENÇÃO: Comentários são públicos. Para manifestações privativas, utilize Nosso Formulário. Comentários desrespeitosos, infundados ou fora de contexto serão removidos.

*

© 2003, 2010-2015. Ufologia Objetiva. Direitos reservados.
Cópias sem fins lucrativos permitidas, desde que citada a fonte.